Dificuldades emocionais na volta às aulas afetam os estudos

Entenda como amenizar as dificuldades emocionais na volta às aulas remotas.

O ensino remoto é uma realidade em meio a pandemia, e as dificuldades emocionais na volta às aulas podem influenciar no aprendizado em casa.

Mesmo com o ensino presencial suspenso, os professores têm se esforçado bastante para manter a qualidade do aprendizado de crianças e adolescentes.

Como resultado do ensino remoto, os pais se aproximaram da escola, dos professores, e principalmente dos filhos. E descobriram que precisam, agora mais do que nunca, exercer seu papel como educadores.

Com o aprendizado do último ano de pandemia, segue o que você pai ou mãe pode fazer para tirar de letra seu papel como educador:

1. Crie uma rotina

Estabelecer horário para dormir e acordar, horário das aulas e horário para realizar atividades escolares e extra escolares são importantes nesse momento.

Imprima e deixe em local visível.

2. Longe de distrações

TV, excesso de barulho, transito de pessoas, cachorro querendo atenção pode atrapalhar o desempenho dos estudos.

Escolha um cômodo silencioso, com uma mesa limpa de distrações.

3. Organizar o material

Ensine seu filho a organizar os materiais para as aulas antes de dormir;

4. Repetir para fixar

Escrever resumos da aula no fim do dia ajuda a fixar a matéria, e esse material poderá ser consultado próximo das provas.

5. Curta sua família

É muito importante reservar momentos de lazer com sua família. Assistir filmes, ouvir músicas, brincar e até jogos de tabuleiros aumentam a socialização familiar.

O importante é que com a rotina de aprendizagem, tenhamos também boas lembranças em família.

Precisamos como pais e mães tentar diminuir os impactos da pandemia na vida de nossos filhos, para que a saudade da escola e dos amigos não afete a saúde mental de nossos pequenos.

Cuidar da saúde mental é fundamental para superarmos esse desafio.