Transtorno Bipolar: pode estar presente no seu convívio social

No dia mundial do Transtorno Bipolar, entenda um pouco mais a respeito de suas características e como se manifesta em cada caso.

Ilustração de uma garota ao centro com semblante triste, com duas faces opostas atrás dela. A face virada para o lado esquerdo está com um semblante feliz. A outra face, virada para o lado direito, está com raiva.

Você provavelmente já ouviu falar da pessoa com transtorno bipolar, mas o que poucos sabem é que existem graus de variação para cada caso.

Pode ser caracterizado por períodos de depressão e euforia, sendo que entre eles pode haver momentos assintomáticos. A frequência, duração e intensidade podem variar.

De forma resumida podemos classificar nas seguintes categorias:

Transtorno Bipolar Tipo I

O transtorno varia entre quadros depressivos que duram no mínimo sete dias, e humor deprimido que se estendem de duas semanas para mais.

Transtorno Bipolar Tipo II

Há uma variação entre episódios de depressão e hipomania (estado leve de euforia, excitação, otimismo e, às vezes, de agressividade).

Transtorno Bipolar não especificado ou misto

A pessoa possui características que indicam a existência de transtorno bipolar, mas não possui recorrência e duração suficientes para classificar.

Transtorno ciclotímico

Nesse caso os sintomas são leves, podendo variar o humor entre depressão leve e hipomania em um mesmo dia.

Existem alguns eventos que podem ser gatilhos para a manifestação do transtorno, mesmo que a causa ainda não tenha sido determinada, como episódios frequentes de depressão, puerpério, estresse prolongado, remédios inibidores de apetite, e disfunções da tireoide.

Existem tratamentos com medicamentos, porém a mudança do estilo de vida é fundamental nesse processo.

O desenvolvimento de hábitos saudáveis como a alimentação, regulação do sono, redução do nível de estresse, diminuição do consumo de substâncias psicoativas, são essenciais para prevenir a instabilidade emocional, e diminuição da recorrência das crises.

Acesse mais informações em slamdf.com.br

Fonte: Biblioteca virtual da saúde, Drauzio Varella

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Editorial Slam

Estou com COVID-19 e agora?

Saiba sobre cuidados básicos com pessoas que festão infectadas pela COVID-19 Ao identificar que foi contaminado com a COVID-19, é ideal se manter isolado em

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *